quarta-feira, 3 de março de 2010

RECADINHO AO PEDRO BIAL


Cara, se já não bastasse o Brasil - com todos os seus dilemas e conflitos - fosse o país do futebol, do carnaval, das novelas dissimuladoras e do ultrapassado modelo religioso judáico-cristão, agora passa também a ser o país do Big Brother. Assim não há quem controle a avalanche do atrazo mórbido que nos persegue todo o tempo. Pois sempre ouvi dizer que com o nosso carnaval, futebol, catolicismo, televisão, escola e agora, com o nosso BBB, na verdade, ninguém, mas ninguém mesmo segura este país, rumo às mazelas, mágoas, problemas, dores e sofrimentos insustentáveis.
O mais incrível é que neste inevitável assédio moral - pois nem precisamos assisti-lo para saber de tudo, tal como invade a nossa privacidade e as nossas casas - comandado pelo veterano jornalista Pedro Bial é que, além de ser manipulado para que se chegue aos resultados desejados pelos donos da Globo, induz e conduz a sociedade inteira para isto. Retirando do próprio bolso as suadas moedas para pagarem os seus votos que possibitam a esta emissora a constituir a fortuna do seu patrimônio. Além de proporcionar prêmios milionários, com o quê, num ciclo vicioso consegue laçar e prender legiões inteiras de telespectadores, mantendo este crime explorador, este avilte contra pessoas horrivelmente ingênuas e incautas, inclusive pelas atividades anteriores desta mesma rede de televisão, aniquiladora de consciências e alienadora de massas inteiras.
Num paredão, mais de setenta e dois milhões e trezentos mil brasileiros pagam para votar defendendo a postura mesquinha, tinhosa, sectária, preconceituosa, homofóbica, aética e mal educada do brother Marcelo Dourado contra os valores reais de uma certa Angélica. Que jogou com dignidade. Sem temer nada e fazendo o que considerava certo em relação a ela e às demais pessoas que ali estavam. Ou seja, Angélica foi excluída, convidada a se retirar sumariamente, por ser justa, leal, inteira e optar pela bondade ao invés da competição doentia desta outra desaventurada e brutal pessoa.
Depois, mais absurdo ainda é quando Dourado, este monumento misógeno, pouco educado e grosso. Que aliado à falsa, prepotente, estressada, pouco respeitosa, autoritária, Lia, somando os dois a mais absoluta ignorância, uma quase imbecilidade, ganham da Cláudia, que, por agir pelo coração, pela alma. Sendo coerente com as relações até ali mantidas, sendo igualmente excluída do grupo por idênticas razões.
E o eestereotipado Bial, ao cumprimentar a nova excluída, trata logo de criar uma esfarrapada desculpa para que a massa dos telespectadores e votantes BBB, nem de longe desconfiem da máfia montada para endeusar a globo e conduzir o exercício social e político a serviço da concepção burguesa e dos princípios elitistas, que, infelizmente, se traduzem nas grandes desgraças que assistimos e sofremos todos os dias. Mas pelo que vemos, parecem fazer o que podempara que tudo se preserve e se amplie.
Dourado e Lia são a síntese do que de pior entendo como valores humanos, em termos de percepção, dignidade, solidariedade, bondade, empatia. São exemplos que refletem a ausência completa do que podemos caracterizar como pessoas do bem. Pérfidos, psicologicamente violentos, oportunistas de plantão. Um horror. E o que dizer dos patrocinadores como a Minuano, a Knor, a Fiat que ajudam a perpetuar no poder a figura mais homofóbica, preconceituosa e imbecil que já apareceu na televisão brasileira?
E além de programas como este existirem, me entristece muito que a retrógrada sociedade brasileira ainda consiga trocar Cacaus e Angélicas, por Dourados e Lias. O que é para mim uma coisa inacreditável vez que o povo brasileiro é tido como bom, solidário, inteligente, perspicaz. Mas o que não faz uma Globo que manipula desde concurso de miss até as eleições presidenciais? É!... nós brasileiros estamos, pelo menos por enquanto irremediavelmente perdidos.
Especialmente, este BBB 10 foi feito e estudado pela Rede Globo para que o Marcelo Dourado ganhe o prêmio. É aquela linha da filosofia popular: "Já que não se pode com o inimigo, alie-se a ele." Se vivemos numa sociedade violenta, seca, grossa, agressiva, ignorante, mal-educada. etc. Pessoas sem ética, que arrotam à mesa, que soltam pum na frente dos outros, que defendem dramaticamente idéias escusas e valores retorcidos. Que são profundamente egoístas e maquiavélicas - como Marcelo e a odiosa Lia - precisam ser eleitos como seus líderes. Assim, ficamos do lado da maioria e continuamos preservando nosso bem-estar e nosso status, embora, causando desgraças infinitas para todos os demais, o que, definitivamente, não importa, uma vez que estamos bem e pronto. Pois é esta a filosofia draconiana no BBB.
Mas e o Pedro Bial com isso? Este veterano deveria abandonar um pouco a sua posição piegas e efeminada, este texto de mocinha apaixonada e ter uma atitude mais coerente com a sua personalidade, a sua história. Eu, no lugar dele, quando o BBB trocou a Angélica pelo Dourado, atiraria o microfone no chão em sinal de protesto e sairia pela primeira porta que conseguisse encontrar. E não, pelo contrário, ficaria montando sorrisos falsos e frases disfarçáveis para mostrar a sua "neutralidade" perante aquela injustiça toda. Coisa de gente covarde, de gente sacana. E pior que isto, no caso da Cláudia em que as coisas se mostram muito mais horrendas ainda.
Espero ter a chance de ainda colocar o dedo na cara deste senhor ridiculamente metido a menino e falar abertamente sobre todas estas coisas. Criticar seu discurso adocicado, seu pezinho fazendo ponta, seu jeitinho de libélula passando cantadas imbecis nos rapazes e envolvendo a sociedade pobre que sempre vota mais e mais enriquecendo a globo e mantendo, em última análise esta palhaçada toda.
E, finalmente, o meu recado, Bial: Todos que participaram desta palhaçada chamada Big Brother Brasil, inclusive a Marisa Orth, participaram uma única vez. Repassando, bem menos que você os males que isto sintetiza. Você já trabalha na décima edição consecutiva e cada vez mais se mostra mais vendido, mais covarde, mais cego em relação a todas estas coisas.
Lembre-se do caos que você, especialmente ajuda a construir. E que você não é só você..."Nos dias hoje é bom que se proteja, ofereça a face a quem quer que seja... Não lhes dê motivos, porque na verdade eu te quero vivo...Pense nos seus pares, pense nos seus filhos"...
Bial, eu, o Brasil decente e o sábio universo superior somos cientes do que você faz. Estamos de olho em você. Deixa de ser dissimulado, rapaz. Você já passou da idade destas gracinhas.

Antonio da Costa Neto


2 comentários:

Jéssica Meireles disse...

Muito bom o texto. Não assisto esse programa, mas realmente não é preciso assistir para ficar sabendo de algumas coisas, já que outros programas se encarregam de nos contar, como o "Papo Cabeça" da rádio Interativa (inclusive quando começaram a falar muito sobre o BBB, um ouvinte reclamou dizendo "Temos mais coisas importantes a tratar no programa". Achei digno.) Acho que todos que participam da farsa do Big Brother são vendidos, o Bial, nem se fala, dez programas... Ah! Hoje, infelizmente, o dinheiro conta mais que os valores humanos, e eu ainda tenho minhas dúvidas se os confinados também não participam de forma consciente de toda aquela mentira. Enquanto a população alienada, vejo que o poder da manipulador da Rede Globo é imenso, pois já tive experiências de tentar conscientizar algumas pessoas sobre o que se passa, que é perca de tempo assistir um programa que não acrescenta nada de positivo na nossa formação e elas escutam, até "concordam", mas continuam a assistir. Abraço.

Renata disse...

Fica aqui minha pergunta:
O que a rede de Tv mais poderosa de nosso país deseja ao induzir a maioria de seus telespectadores a elegerem como represetante de si mesmos Dourado?Um homem ignorante,
sem educação,sem informação, preconceituoso aliado a uma mulher tão vil quanto ele a ganhar um programa que tem como objetivo uma busca frenético por 1,5 milhão, onde o vencedor passa por cima de valores essenciais como respeito ,
dignidade e humanidade.
Imagino Bial e Boninho sentados brindando ao faturamento que foi muito e rindo de todos MARIONETES...
Como um país pode ir pra frente onde os mais poderosos só o querem ver ir para trás????