sábado, 18 de julho de 2009

ESCOLAS & HOSPÍCIOS: ENSAIO SOBRE A EDUCAÇÃO E A CONSTRUÇÃO DA LOUCURA, O NOVO LIVRO DE ANTONIO DA COSTA NETO

"A escola é uma coisa sarnenta, quando acabarem as escolas quero voltar a viver. "
(Adélia Prado)


Está quentinho e chegando nas melhores casas do ramo meu novo livro, trata-se de Escolas & Hospícios - ensaio sobre a educação e a construção da loucura (Ed. Kelps - Goiânia, 2009 - 138 págs.), uma re-visita à monografia que fiz como conclusão da disciplina Antropologia da condição humana na sociedade moderna, cumprindo créditos para o doutorado em Sociologia da Educação e Contemporâneidade.
Para a sua elaboração fui buscar na obra do psicanalista argentino Alfredo Moffatt: Teoria e prática da psicoterapia do oprimido, que, em suas pesquisas, conclui que quem enlouquece o louco é o hospício, que precisa dele para sobreviver e garantir emprego para os seus especialistas. E, de cuja leitura, pude igualmente entender que, por motivos idênticos, e ainda pior, para manter a estrutura social nos mesmos moldes, as escolas emburrecem os seus alunos. Uma vez que o mundo está louco, é melhor, mais prático e mais econômico - pelo menos para os domínios espúrios do capitalismo - que todos enlouqueçam. Pois a mesquinhez exploradora e o consumismo exacerbado do nosso sistema econômico apenas sobrevivem com indivíduos aniquilados politicamente, sem o menor senso ético, crítico e de responsabilidade política, cabendo, portanto, às escolas a "sublime" missão de retirar das pessoas tais valores e substituí-los pela ordem estereotipada de um raciocínio linear e doentio que se fundamenta no rigor da ordem e da disciplina a qualquer custo, da linearidade do currículo e do horrendo maquiavelismo em que se dão as relações humanas impositivas dentro destas instituições. Assim, monta-se um consenso , dogmático e funcional entre os iguais, no que tudo se mantém como normal, lógico e legítimo: a exploração, a miséria, a fome, a violência, a profunda degradação da natureza, enfim, o imenso caos em que sucumbe o planeta.
E as escolas fazem isso naturalmente, coitadas, e também com a maior ingenuidade do mundo. Com o que, sutil e eficientemente, realizam uma lavagem cerebral lenta e gradativa, nivelando as massas aos interesses das elites, e, estas, ao se tornarem mais poderosas, mais exploram, mais consomem e mais exurpam, perpetuando o ciclo vicioso da miséria, da dor, do sofrimento e da opressão, que somos todos, vítimas em potencial, com certeza. Mas, infelizmente, boa parte da categoria dos educadores se nega a enxergar de frente esta dura realidade, como obra e graça do trabalho que fazem sobre ela, as faculdades de educação, os cursos de pedagogia e a preparação para o magistério, o que trato no livro de forma rasgada, franca, crítica e, modésita à parte, muito corajosa e mais do que necessária.
É chegado o tempo em que os educadores precisam saber o quanto são usados para perpetuarem cegamente os interesses das elites políticas, empresariais e financeiras, redobrando esforços, sendo pessimamente pagos e coagidos para que sejam cumpridos nas escolas - mas claro, não só nelas - os interesses perversos da burguesia, das aristocracias econômicas nacionais e internacionais e que tão bem se dissimulam nas táticas escolares, nos jogos didáticos, nas práticas inumanas que as escolas geralmente se utilizam para manter seus alunos presos a aulas horrendas, nas quais se entopem de teorias inúteis, para cujas práticas se armam para destruirem sem que saibam, o mundo e a própria vida.
Assim, neste livro, tento tirar a pele de cordeiro que envolve o lobo feroz: a escola, propondo, finalmente, reflexões e ações para um novo momento histórico destruidor dos fins escusos que mantêm as escolas de pé, embora repletas de defeitos, e, dentre eles, um conjunto de crimes que vêm cometendo ao longo dos muitos séculos em que, desgraçadamente elas existem, funcionam e seus profissionais se negam a saber disso.
Um texto curto, enxuto, pequeno. Mas que certamente, depois que pais e educadores, todos os que lidam com gente, com gestão de pessoas o lerem e refletirem entre lágrimas e arrependimentos, muita coisa mudará na face da terra. Como autor, duvido muito que depois de sua leitura qualquer pessoa continuará sendo a mesma. É um trabalho denso, venturoso, instigante e feito para mudar. E meu sonho de educador é que ele possa ser lido e entendido com o mesmo amor. Com a densidade de afeto e com a extrema vontade de acertar com que foi feito. Um livro, certamente. Talvez um antídoto contra muitos dos males de que padece a educação que está despedaçada e pedindo socorro. Um trabalho sem a exposição de meios termos, mas com verdades escancaradas em benefício da vida.
____________
Escolas & Hospícios: ensaio sobre a educação e a construção da loucura
Goiânia-GO - Editora Kelps Ltda. 2009 - Formato: 26x12 cm - 138 págs.
R$ 12,00
___________
Contatos com o autor:
(61) 3274 27 55

4 comentários:

LENA disse...

Agardo anciosa por mais esta obra sua ,e com certeza será tão boa quanto as outras e claro que contribuira para a melhoria de educação ,a você desejo sucesso...muito sucesso ...

joao paulo disse...

Espero eu, aqui sentado de braços cruzados de coração apertado e com um enorme sorriso no canto da boca... Que vc decole para um futuro de reconhecimentos, meritos e realisaçoes, pois vc ha tempos tem almejado, e nunca desistiu de colaborar com a educaçao do nosso pais, vc meresce muito sucesso, vc é diferente e especial... Que seu novo livro seja um divisor de aguas e q ajude na 'educação' e no método em que é aplicada nas (escolospicios)... E ,eu aqui sentado com meus braços cruzados ja me vejo ali levantádo, com meus braços te abraçando talvez ate chorando ali de camarote à assistir seu sucesso seu passado seu futuro a nossa vitoria de um sonho vivido e realizado, agora sim com um sorriso bem bem bem bem escancarado .... :)

joao paulo disse...

Espero eu, aqui sentado de braços cruzados de coração apertado e com um enorme sorriso no canto da boca... Que vc decole para um futuro de reconhecimentos, meritos e realisaçoes, pois vc ha tempos tem almejado, e nunca desistiu de colaborar com a educaçao do nosso pais, vc meresce muito sucesso, vc é diferente e especial... Que seu novo livro seja um divisor de aguas e q ajude na 'educação' e no método em que é aplicada nas (escolospicios)... E ,eu aqui sentado com meus braços cruzados ja me vejo ali levantádo, com meus braços te abraçando talvez ate chorando ali de camarote à assistir seu sucesso seu passado seu futuro a nossa vitoria de um sonho vivido e realizado, agora sim com um sorriso bem bem bem bem escancarado .... :)

Luinha disse...

Prezado Antonio
Tenho interesse no livro.
Por favor, entre em contato pelo meu email marta3m@uol.com.br
abraços