sábado, 13 de dezembro de 2008

SILENCIA-SE A VOZ ILUMINADA DE MARILYN FERGUSON...




"No fundo sabemos que o outro lado de todo o medo é a liberdade."


(Marilyn Ferguson)

"...Hoje ela se ocupa da jardinagem do seu rancho lá nas nuvens. Onde se pode conversar, onde os anjinhos são cor de chope, onde se pode debruçar, vendo o mar....ah!...
Toca piano e a virgem canta. Diz pro menino: - Tia Memim!..
E aos seus amigos que ficaram, um portador há de levar: um par de asas e um pára-quedas pra quem quiser visitá-la..."
(Guinga e Aldir Blanc - 'adaptado')



Morre inesperadamente em 19 de outubro de 2008, provavelmente vítima de ataque cardíaco, Marilyn Ferguson. Cala-se assim a grande e iluminada voz. Eu, especialmente, tornei-me outra pessoa - com muitos defeitos, claro, mas com muito mais qualidades - depois que li, pela primeira de muitas vezes, seu livro A conspiração aquariana - transformações pessoais e institucionais no final do século XX. Um trabalho maravilhoso, encantador, uma lição sobre o que o mundo mais precisa: o amor. O verdadeiro. Amor pela vida, o planeta, as pessoas, a natureza, os bichos. Amor pelos amigos e inimigos. Marilyn ensinava a amar. Uma mulher, uma alma especialmente iluminada, cativante, calorosa, voltada para o bem das pessoas e para a melhoria do mundo.
Nascida em 05 de abril de 1938, em Gran Juction, Colorado. Tornou-se jornalista e conhecida mundialmente como fundadora da psicologia humanística, sendo também ganhadora de vários prêmios honorários. Influenciou muito o trabalho ecológico do Vice-Presidente Al Gore, um participante da sua rede informal: justamente, a conspiração aquariana.
Desde muito jovem trabalhou como assessora jurídica e se tornou autora de poesias e outros contos publicados em várias revistas. Mais tarde, escreveu artigos depois de viver por um curto período de tempo em Houston, Texas, mudando-se definitivamente para a Califórnia.
Publicou seu primeiro livro sobre economia doméstica, com seu segundo marido, Mike Ferguson em 1968. Pouco depois, veio a desenvolver um interesse duradouro pelo que chamou de potencial humano, onde se notabilizou pelo estudo sobre o cérebro e suas implicações com a criatividade, a aprendizagem e o bem-estar, o que a inspirou para escrever A revolução do cérebro, considerado um dos maiores e melhores estudos acadêmicos deste sumário de descobertas de idéias dentro da chamada vanguarda científica.
Ao tempo de sua morte escreveu Chopra: "Ferguson poderá descansar no conhecimento de que um divisor de água tinha sido ultrapassado e que a sua liderança absolutamente revolucionária tinha, de forma constante, em todo o mundo ganhado força em todas as gerações desde que o livro fora escrito."
O seu pensamento reflete a visão holística de renovação dos valores fundamentais de nossa sociedade, por meio de uma profunda e enigmática mudança de paradigma. Era a "era de aquarius", onde o ser humano percebe a sua íntima união com o holos, o todo, formando uma única realidade, dando a exata origem à Nova Era: um tempo de compreensão, amor e bondade, cumprindo-se o verdadeiro destino do ser humano no mundo.
Marilyn parte sorrindo porque deixa a sua marca nos mais de 100 milhões de exemplares vendidos de sua magnifíca criação. Seus ensinamentos fazendo transpirar e conspirar sonhos de dignidade, justiça, beleza, ar respirável, transformando a terra em paraíso. Difundindo o supremo bem entre as pessoas, saneando a grande aventura da vida. Plena, vasta e eterna, para todos.
E isto tem que fazer a diferença. Os frutos doces e suculentos das muitas árvores plantadas pelas suas mãos tão sábias ainda serão colhidos e saboreados por esta humanidade inteira tão sequiosa e necessitada de cada um deles. Fica a lição, o grande sonho, a força transformadora traduzida em poesia e arte, como bálsamo contra todos os sofrimentos impostos aos que vivem.
Minha homenagem a esta musa, irmã, parceira conspiradora. Certamente ela irá plantar flores e colorir mais o ceu dando-lhe mais vida, sons, suavidade, harmonias, belezas. A esta hora, junto a Deus, ela já deve ter sua escolinha para alfabetizar anjos. Continuando sua missão, sua saga de bondades. Até breve, irmazinha universal. Continuemos conspirando juntos nesta nossa família maravilhosa. Em que de mãos dadas, gente, luz, paz e harmonia congreguem a ciranda que segue a sua maestria.
Repouse e nos espere. Sábia dos sonhos, estrela, musa, fada. Madrinha do encantamento. O ceu sorri pleno com a sua chegada, ampliando com isto a rede do amor, da bondade, das coisas boas e belas que você ensinou o mundo inteiro a viver. De forma tão intensa como a luz do seu sorriso infinito. O sorriso dos poucos que podem ensinar e melhorar anjos.
Até breve! Espere por nós,
minha irmãzinha cósmica!!!

5 comentários:

Marta disse...

Olá bom dia
Gostoso passar por aqui e ver que tinha a mesma visão da professora Marilyn. Ela ensinou-me muito também.
Belíssima homenagem, parabéns.
Abraços
Marta Martinz

Anônimo disse...

Olá, boa noite
Com Marilyn Ferguson aprendi que toda ideia inovadora parece bizarra no começo, o que me animou a continuar a me expressar sem me preocupar com o senso-comum.
Parabéns pela matéria.
Suzete Carvalho
blog www.novaeleusis.blogspot.com

Anônimo disse...

Olá, boa noite
Com Marilyn Ferguson aprendi que toda ideia inovadora parece bizarra no começo, o que me animou a continuar a me expressar sem me preocupar com o senso-comum.
Parabéns pela matéria.
Suzete Carvalho
blog www.novaeleusis.blogspot.com

ANA ROSA disse...

Oi Antonio,
Que bom ter encontrado alguém que leu e experimentou a realidade da Conspiração Aquariana, escrito por Marilyn Ferguson. O meu livro está velho de tanto ser lido. Não acredito que ela tenha morrido, apenas se transferiu para um lugar melhor. Leia meu blog http://www.paginadedireito.com
Abraços de Ana Rosa.

ana rosa disse...

Antonio, como faço para conseguir o livro A Conspiração Aquariana de Marilyn Ferguson? O meu exemplar sumiu. Já estava velhissimo, rabiscado, e mesmo assim sumiu. Será que não publicaram mais?
Abraços
Ana Rosa